RSS

Arquivo da categoria: RapaduraCast

RapaduraCast 225 – A Evolução dos Efeitos Especiais/Visuais

Boa noite Cinéfilos de plantão!!!

Esta atrasado mais saiu!!! RapaduraCast 225 está no AR! Foi UPado hoje as 6:41 da manha, e agora, 12 horas depois, estou postando para voces! Estou escutando neste momento, e depois eu fala para voces sobre o que eu achei!
Para quem não conhece, o RapaduraCast é o PodCast do Portal Cinema com Rapadura, um dos melhores portais de cinema do Brasil! Aprendi a gostar de cinema através deste PodCast semanal, que conseguiu despertar em mim a paixão pela Sétima Arte! Sem mais conversas, vamos ao Cast.


Clique na imagem para ser direcionado para o Site do RapaduraCast



É difícil existir um filme popular que não tenha um tratamento digital. Pois é, o efeito visual é um recurso que não só ajuda a melhorar a qualidade do produto final, como pode servir de opção narrativa. Desde de quando ele é utilizado? Qual a diferença entre efeitos especiais e efeitos visuais?
Jurandir Filho (Juras), Thiago Siqueira (Siqueira), Jotacê (Jotacê) e Marcelo Souza (@msouza3d) acompanharam o passo a passo dos grandes efeitos da história. Quais os nomes dos responsáveis pelo processo criativo dos grandes truques nos filmes? Quais as obras que são mais lembradas? Por quê os efeitos especiais não ficam datados, mas os efeitos visuais ficam? Viaje conosco em mais um programa sobre a história do cinema e os passos da evolução da indústria.

Pra quem curte cinema de verdade, não tem como nao escutar esse Podcast que é considerado um dos melhores do Brasil!
Recomendo!

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 09/03/2011 em RapaduraCast

 

Ahhh… O Primeiro Post!

    
    Ontem fui ao cinema com a minha esposa, como há muito não fazia, pois não temos muitos momentos de lazer devido a nossa rotina um pouco incompativel. Eu queria ver “O Ultimo Exorcismo”, que chamou minha atenção devido ao gênero (tenho uma certa queda por filmes assim, voces verão no decorrer dos posts), mas, ela queria ver o filme espirita “Nosso Lar”. Como não chegamos a tempo de pegar a sessão do “Ultimo Exorcismo” e não queríamos esperar tanto para a próxima sessão, acabamos por comprar os ingressos para o “Nosso Lar”.
Nosso Lar
   Como de praxe compramos nossa pipoca e refri, e fomos para a sala. Chegando na sala quinze minutos antes da sessão começar, e tinha apenas quatro pessoas na sala (contando conosco!). Se o filme já não me chamava a atenção pela sua historia, perdi totalmente a esperança de assistir um bom filme brasileiro, quando eu vi a sala toda vazia. Como  fui tolo! Nos próximos quinze minutos os espectadores foram chegando, não chegou a lotar a sala, mas, ao iniciar a sessão, metada da Sala estava ocupada. Filme começado, e de cara já tinha recuperado toda a minha esperança de sair do cinema com meu sorriso estampado. Não vou falar sobre o filme (pelo menos não agora), mas, posso assegurar que me surpreendi com todo o filme, desde fotografia até a animação. Minha esposa saiu desidratada da sala, por tanto chorar, mas acima de tudo satisfeita. E foi por essa satisfação garantida, que eu consegui convence-la de pegar mais uma sessão, dessa vez, eu escolheria! Pelo horário apertado, só me restou um filme pra ver, “Karate Kid”. 
Karate Kid
     Vou ser sincero pra voces, queria assisti esse filme por dois motivos: Jackie Chan estava nele (sou muito fã do Chan) e porra, era Karate Kid, não é? Deixe-me explicar, quem nunca tentou dar o “golpe da garça” depois de assistir o filme na sessão da tarde? Karate Kid definitivamente é um clássico da infacia de todos os garotos que nasceram nos anos 80. Então, claro que eu Queria ver esse remake! Porém, tinha o contra peso, o “Daniel San” que no filme original era um adolescente de 16 anos, era interpretado por Jaden Smith (filho do Will Smith) que interpreta  um garoto de 12 anos.  E no filme, cujo o titulo era KARATE Kid, desenrolava uma história de um menino que quer aprender… kung-fu? Whathafuck??? Enfim, não vou falar (neste post) sobre o filme, mas, vou antecipar que eu gostei e recomendo!

     Agora vc, blogueiro, deve estar pensando: Porra, eu não estou em um blog de filmes??? Se estou porque esse cara não está falando sobre os filmes? Calma, vou explicar: Há muito tempo que sou fã de cinema (pelo menos assim eu me considerava…), e sempre que podia ia pegar uma sessão. Na certa, pelo menos uma vez por semana eu ia no cinema. Mas fui relaxando, espaçava cada vez mais um filme do outro… Ate que eu parei mesmo de ir ao cinema, ficando mais de seis meses sem ter meu lazer… O tempo passou, e aos poucos, ao lado da minha esposa (que ainda era namorada, e depois upou noiva rsrs…) fui voltando para a minha grande paixão. Mas, somente há muito pouco tempo atrás, depois que passei a escutar o podcast do cinema com @rapadura, o famoso rapaduracast (indicado pelo @BRSbruno há muito tempo atrás) eu aprendi que não gostava de cinema, mas gostava de alguns filmes dos gêneros que eu gostava (Confuso, não? rs!). Assim, eu não ia ao cinema pra apreciar a sétima arte, eu ia para o cinema para ver as historias que me chamavam a atenção. Depois de escutar alguns programas do rapaduracast, aprendi de fato a gostar do cinema! A apreciar o filme como o diretor (do filme) realmente gostaria que eu (eu?) apreciasse! Passei a ver o cinema realmente como a Sétima arte e então, resolvi criar Um blog de… Cinema!!! Não espero que esse blog seja um sucesso, mesmo porque, não sou crítico de cinema, esse blog é de uma pessoa normal (eu!),  somente para expressar a minha opinião, para outras pessoas que gostem de ler sobre o filme que lhes chamou a atenção… e fim de papo.

 
Ps: acabou a viadagem, o próximo post, faço minha análise de Karate Kid! Aguardem!!!